quarta-feira, 26 de maio de 2010

Borboletas ameaçadas de extinção no Brasil



Falar sobre Borboletas pode parecer um assunto meio "homossexual" e "coloridinho",
mais na verdade não é, pois as borboletas não só dão cores e vida para o meio ambiente,
elas tem a sua função na natureza como todo animal existente.

As borboletas além de colorirem e encantarem por onde passam, efetuam um papel muito importante na natureza, pois ajudam as espécies vegetais a se perpetuarem.

Ao pousarem nas flores para buscar alimento, as borboletas tocam no pólen, um pozinho bem fininho produzido pelas plantas-macho. O pólen gruda nas suas asinhas e, quando elas voam de flor em flor, o transportam-no consigo para lá e para cá. Quando o pólen solta-se de suas asas e cai em uma planta fêmea, acontece a fecundação. E é através da fecundação que as flores viram frutos!

Esta função das borboletas no meio-ambiente é essencial para que as plantas se multipliquem. Sem o trabalho delicado dessas nossas amigas coloridas, algumas espécies poderiam simplesmente desaparecer para sempre da Terra.

Mas com a construção de indústrias e o mercado imobiliário tomando a área verde ainda existente para a construção de casas e prédios, o habitat de uma das criaturas mais belas da natureza esta sendo destruído, fazendo assim com que elas desapareçam, e isso causaria um forte impacto ambiental fazendo com que a vegetação não se perpetue com tanta força, criaturas tão belas não podem desaparecer por capricho do ser humano, isso é um crime contra a natureza, mais os homens atuais são movidos pelo capitalismo, tem suas almas consumidas pela fome de poder, e só se contentam quando vêem que causaram mal para alguém, é isso o que penso e tenho a dizer.

Espécies Ameaçadas de Extinção

São várias as espécies de lepidópteros ameaçadas de extinção no Brasil. Seu caráter é oficializado por leis elaboradas pelo órgão governamental competente, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA). Atualmente muitos países tem suas espécies ameaçadas relacionadas em leis, que servem de base para órgãos internacionais elaborarem listas que indicam o estado de risco em que as espécies se encontram. Uma das listas mais utilizadas no mundo é a do Livro Vermelho das Espécies Ameaçadas (The Red Data Book) editado pela ONG americana WWF, que hierarquiza o risco de extinção das espécies, em quatro categorias – vulnerável, ameaçada, muito ameaçada e extinta. Assim, apresentamos aqui algumas das espécies brasileiras de borboletas ameaçadas.


Parides ascanius (Cramer, 1776)
" borboleta da praia"


A borboleta da praia encontra-se classificada na categoria vulnerável das espécies ameaçadas de extinção, relacionadas no "The Red Data Book". Seu habitat estende-se da área compreendida entre a Praia de Atafona, no município de Campos e Muriqui, em Mangaratiba, habitando as áreas inundadas de terreno, onde é encontrada sua planta hospedeira, Aristolochia macroura ("jarrinha").
Cabe ainda ressaltar, que a caça predatória não é fator determinante da ameaça de extinção em que a espécie se encontra, sendo a exploração imobiliária ao longo do litoral do Rio de Janeiro o real fator.


<=Fêmea
Macho=>


Heliconius nattereri (Felder & Felder, 1865)

Espécie endêmica da Mata Atlântica, Heliconius nattereri, encontra-se classificada na categoria de ameaçada. Seu habitat é restrito a uma área que situa-se entre os Estados do Espírito Santo e o sul da Bahia. No passado, dentro desses habitats, todas as espécies de borboletas do gênero Heliconius alimentavam-se de uma ampla gama de espécies de maracujás. O desmatamento atual dessa região, gerou uma concorrência entre esta espécie e outras do gênero Heliconius, pela planta alimento da lagarta, o maracujá selvagem (Tetrastylis ovalis). Assim, este é o principal fator que coloca a espécie em perigo pois, a diminuição de plantas da família Passifloraceae, leva as lagartas a uma concorrência desigual com as espécies mais preparadas para obter alimento.

Mimoides lysithous harrisianus (Swainson, 1822)

Teoricamente sua distribuição geográfica compreende o sul do Espírito Santo e a costa do Rio de Janeiro. Todavia, as únicas populações atualmente conhecidas de Mimoides lysithous harrisianus, estão restritas a Reserva Biológica de Poço das Antas, Município de Barra de São João. Por isto, ela é classificada com muito ameaçada, sendo a exploração imobiliária o principal fator que determina do seu processo de extinção. Em Poço das Antas podemos ver a sua forma platydesma voando ao lado de P. ascanius, de quem é mimética.


Heraclides himeros himeros (Hopffer, 1865)

H. h. himeros tem uma distribuição geográfica que compreende as regiões Sul e Sudeste do país. No estado da Bahia, áreas ao sul do litoral e interior, temos outra subespécie, H. himeros bahia (Rothschild & Jordan, 1906). Ambas estão enquadradas na categoria vunerável, e o desmatamento é em geral, o principal fator que deflagra o processo de extinção.



Agrias claudina claudina (Godart, 1824)

Agrias c. claudina, é um exemplo único de que a caça pode levar uma borboleta a extinção. Em algumas porções da Mata Atlântica no Sudeste brasileiro, com por exemplo no Parque Nacional da Floresta da Tijuca, esta subespécie já esta extinta, por causa da ação dos caçadores de borboletas que usavam suas asas com adornos. Apesar disto, ela apenas é enquadrada como vunerável pois, ainda existem populações em áreas no sul do país.


Podem falar o que for, mais eu digo, eu sempre achei borboletas lindas e exuberantes, sinto muita pena por elas estarem desaparecendo, pois a melhor coisa que tinha quando eu era pequeno era correr atrás de borboletas no quintal da minha Avó que é cheio de arvores e plantas, agora quando vou la eu vejo no máximo uma daquelas mais simples.


"Como eu gostava daquelas enormes borboletas azuis, que ficavam rodeando o pé de amora, é uma pena, mais com a chegada do homem moderno tudo aquilo que era bom no passado desapareceu até os dias de hoje!"


Espero que tenham gostado deste post!

7 comentários:

  1. Adorei.. Amo esses insetos que tendo seu desenvolvimento regular são indicadores da saúde ambiental... e É inacreditavel que borboletas azuis sejam sacrificadas para artesanato para agradar estrangeiros e pior, com autorizaçao!

    ResponderExcluir
  2. É verdade,cara como as pessoas podem ser tão cruéis a ponto de exterminar animais tão perfeitos...Eu adoro Borboletas,elas são tudo de bom para mim,e me trazem muito conforto...Algo precisa ser feito contra a extinção desses insetos e urgentemente...

    ResponderExcluir
  3. Eu amo borboletas! na proxima reincarnacao, eu quero ser uma borboleta para viver em compahia do mais lindo beija-flor o mirabilis... tbm correndo o risco de extincao no brasil... eu sou apaixonada pelo beija-flor, o (mirabilis) para mim o mais lindo dos beija-flor deste pais.

    ResponderExcluir
  4. parides ascanius (cramer, 1776)"borboleta da praia" e o (beija-flor mirabilis) para mim as duas especies mais belas deste mundo! Eu simplismente, Amo!!! Ass: Marilene Pereira de Almeida... Mae de Aristarco e Morgana Magalhaes. Gov Valadares MG.

    ResponderExcluir
  5. eu adoro borboleta em dia achei uma borboleta no quiltal da minha casa mas quando fui ver ela tava morta ela era tao bonita!!!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir